Cuidados com a saúde íntima e o perigo da calça jeans apertada 

calcinha rosa

A candidíase, que não é uma DST (doença sexualmente transmissível), é um tipo de infecção genital que pode ser contraída através das relações sexuais e também com a alimentação e a queda de imunidade do organismo. Contudo, a calça jeans apertada associada a irregular higiene intima podem transmitir a doença, que é comum tanto em homens quanto em mulheres.

Essa infecção é provocada por fungos (Cândida albicans) e apresenta características como: coceira na região genital, sensação de ardência, incômodo durante a relação sexual e um corrimento esbranquiçado, nas mulheres, por exemplo, a vulva e a vagina ficam com aparência avermelhada e inchadas.

As lesões provocadas pela doença podem chegar até a região do períneo, ou seja, entre a vagina e o ânus. Por isso, é extremamente importante que homens e mulheres tenham o cuidado com sua saúde sexual para que o parceiro não corra riscos de ser contaminado.

Dessa forma, se você deseja saber melhor sobre esse assunto e como a calça jeans apertada pode influenciar na contração da candidíase, continue acompanhando esse artigo e confira todas as informações sobre essa infecção e como é importante se prevenir para não ter complicações.

A vagina é ima região muito sensível

 

Nas mulheres, a vagina é considerada uma região muito sensível e que está sujeita a desequilíbrios na sua população benéfica de bactérias. Um bom exemplo de como isso pode acontecer é através do excesso de higiene e o uso de roupas muito justas, como a calça jeans apertada, que se torna propícia para o surgimento de infecções na região, como a candidíase.

A proliferação inadequada de alguns fungos, sendo o mais comum de todos o Candida, pode ser resultado de diversos fatores, sendo, em grande parte, a falta de cuidados com a região íntima a principal causa. Confira medidas a se adotar:

  • Dormir sem calcinha promove a ventilação da área íntima e evita com que problemas relacionados a fungos possam surgir.
  • As roupas apertadas, principalmente, aquelas de tecidos sintéticos e que esquentam muito acabam dificultando a transpiração da região íntima e favorecem a proliferação de microorganismos indesejáveis.
  • A higiene também é extremamente importante, contudo, o excesso de limpeza pode causar problemas na flora da região, por isso, evite lavar a vagina e o pênis várias vezes ao dia e com água e sabonete. Apenas uma vez já é suficiente e com sabão neutro.
  • Talcos e perfumes não devem ser utilizados, pois estes causam irritação na região íntima.
  • A troca de absorventes, tanto os internos quanto externos, deve ocorrer no intervalo máximo de quatro horas.
  • A ducha vaginal não é recomendada, pois pode trazer desequilíbrios.
  • Os tecidos de algodão são os mais indicados para calcinhas e cuecas, pois permitem a respiração da região. Ainda, não use roupas apertadas, que além de impedir a correta circulação, criam um ambiente propício para que outros micro-organismos, como o fungo Candida, se manifestem.

Para identificar se você está com a doença

Saiba que os sintomas da candidíase aparecem nos homens e mulheres de formas diferentes, portanto, confira a seguir quais as características em cada sexo:

  • Em mulheres: coceira vaginal, corrimento esbranquiçado e com aparência leitosa, ardência, desconforto para urinar e dor nas relações sexuais.
  • Em homens: aparecimentos de manchas vermelhas na região do pênis, edema e lesões pequenos no formato de pontos, coceira e em situações mais agravantes pode causar distúrbios dermatológicos, gastrointestinais e também respiratórios.

Para realizar o diagnóstico da doença é preciso fazer um exame clínico, no ginecologista para as mulheres, que é feito através do Papanicolau ou no urologista para os homens. Após a confirmação da infecção, o médico irá recomendar qual tratamento é o mais indicado através das possíveis causas.

Normalmente, o tratamento é feito a base de antimicóticos e pomadas antifúngicas, que são aplicados na região comprometida. Contudo, quando o caso é mais severo, os médicos costumam prescrever medicamentos por via oral que demandam um tempo maior para tratar a doença.

Por isso, se você deseja evitar esse tipo de contaminação por fungos, que é a candidíase, tenha boas práticas de cuidados da região íntima e evite o uso de calça jeans apertada, pois esse tipo de vestuário pode sim comprometer a boa saúde da vagina e pênis, trazendo complicações para esse sistema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *